Ritchie e Black Tie

Ritchie canta Simon em disco feito com rigor estilístico do trio Black Tie

 

 

 Old friends – The Songs of Paul Simon (Independente / Tratore), lançado neste mês de julho.  Como o subtítulo do disco já anuncia, o cantor e compositor inglês Richard David Court, atualmente com 64 anos, aborda o cancioneiro autoral de Paul Simon, cantor e compositor norte-americano que voltou a chamar atenção este ano no universo pop com a edição do 13º álbum solo de estúdio, Stranger to stranger.


O foco de Ritchie em Old friends é o repertório lançado quando Simon fazia dupla com Art Garfunkel e quando saiu em carreira solo na década de 1970. Sob direção musical do violonista Fabio Tagliaferri, idealizador e arranjador do projeto, Ritchie se uniu ao trio paulistano Black Tie, formado por Tagliaferri (viola de arco e ukelele) com Mario Manga (violoncelo e violão de aço) Swami Jr. (u-bass e violão de sete cordas). O grupo assina o disco com o cantor. O músico Tuco Marcondes (violão de aço e u-bass) se juntou ao trio para enquadrar o cancioneiro de Simon em elegante moldura de pop folk.


Esqueça o veneno da menina que contagiou o Brasil em 1983. O tratamento dado por Ritchie à obra de Simon é bem reverente. Nas músicas mais conhecidas, como Mrs. Robinson (1968) e The boxer (1970), o cantor soa até como mero cover de Simon. Já na música que abre o disco, The only living boy in New York (1970), o tom folk fica nítido.


Gravado em novembro de 2015, na cidade de São Paulo (SP), Old friends é álbum de atmosfera acústica. Contudo, há certa eletricidade no arranjo de músicas como The boy in the bubble (1986). Nesta faixa, o canto de Ritchie parece evocar mais Bob Dylan, ícone do folk dos anos 1960, do que o compositor celebrado no disco. O clima é de folk de câmara em The sound of silence (1964) e na música-título Old friends (1968), acoplada na última faixa à canção Bookends (1968). Mas um toque country é adicionado a 50 ways to leave your lover(1975), uma das duas faixas arranjadas por Mario Manga.


50 ways to leave your lover foi um dos sucessos do quarto álbum solo de estúdio de Simon,Still crazy after all these years (1975), cuja música-título Ritchie também canta neste projeto afetivo. Prestes a completar 75 anos, em 13 de outubro, Paul Simon deixou obra relevante pouco abordada na discografia brasileira. O que legitima Old friends, voo de Ritchie, feito com o coração e com o rigor estilístico do trio Black Tie.

© 2019 Marcca Produções - São Paulo - SP - Brasil